Aracaju

Aracaju2018-12-16T15:56:54-03:00

Project Description

A menor capital do Brasil cheia de belezas.

A capital sergipana não tem as praias mais badaladas do Nordeste, mas em compensação, capricha quando o assunto é variedade de passeios, infraestrutura, organização, hospitalidade e preços – até mesmo na alta temporada os programas saem em conta. Com ruas limpas e arborizadas, a cidade tem como principal cartão-postal a orla de Atalaia, repleta de atrativos.

A cidade pode ser visitado o ano inteiro, pois o diferencial de Aracaju é justamente proporcionar mais do que praia. No inverno é quando a paisagem do Cânion do Xingó, em Canindé do São Francisco (a 220 km da capital), fica mais bonita. Em junho a cidade organiza as festas juninas mais animadas do Brasil. Aracaju monta dois pólos – o Arraiá do Povo, uma cidade cenográfica na Praia de Atalaia onde é possível até aprender a dançar forró, e o ForróCaju, um palco no centro da cidade onde se realizam os mega-shows com as maiores estrelas do gênero.

A praia da Atalaia é a principal zona hoteleira da cidade, os hotéis têm estrutura para atender tanto viajantes a trabalho quanto turistas. Quem não quiser a tentação da praia próxima pode se hospedar em bons hotéis fora da orla – alguns estão próximos ou mesmo interligados a shopping centers.

O maior resort fica em Barra dos Coqueiros, no litoral norte, a vinte minutos da cidade pela ponte do rio Sergipe.

Se você está pensando em esticar até o Cânion do Xingó, considere a hipótese de dormir uma ou duas noites em Canindé do São Francisco ou em Piranhas, do lado alagoano. Só assim você terá tempo para poder ver tudo o que há por lá.

Informações

  • Quando ir: Se procura tempo bom mesmo e quente, visite entre setembro e março, quando dificilmente você vai perder algum dia de praia. Entre maio e julho pode chover mais que o esperado.

  • Quanto tempo ficar: De 05 a 07 dias.

  • Indicado para: Família, amigos, amantes da cultura nacional e apaixonados pela natureza.

  • Experiências:

    Orla da Atalaia é diversão garantida. Tem passarelas de madeira (que servem de atalho até a proximidade da rebentação), ciclovia, parquinho e até um bom Oceanário.

    Ao cair da tarde peça para um amigo levar você a um dos bares rústicos da Orlinha do Bairro Industrial. À noite escolha entre os restaurantes do calçadão da Atalaia ou na zona boêmia da Passarela do Caranguejo, na outra calçada. Duas das cidades mais antigas do Brasil estão nos arredores : São Cristóvão, 23 km ao sul, e Laranjeiras, 30 km ao norte.

Voos direto saindo das principais capitais nacionais. Melhor maneira de explorar Aracaju e seus arredores é alugando um automóvel diretamente no aeroporto.

Aracaju é uma excelente base para passeios. Ao norte, Pirambu (34 km) tem a base pioneira do Projeto Tamar; Pacatuba (115 km) é a porta de entrada para o Pantanal sergipano. Ao sul, Praia do Saco (65 km) e Mangue Seco (110 km) podem ser combinadas numa mesma viagem.

A palavra festa, que tão bem rima com Nordeste, encontra sinônimo na capital de Sergipe. Realizado na segunda quinzena do mês de junho, o ForróCaju reúne milhares de turistas que chegam atraídos pelo maior evento da região. Na cidade cenográfica montada na Praça dos Eventos, as animadas quadrilhas têm a atenção dividida com o som das sanfonas, zabumbas e triângulos e com os cheiros de milho cozido e amendoim torrado que se espalham pelo ar. As tradições típicas são mantidas também nas cidades históricas de São Cristóvão e Laranjeiras, a menos de 30 quilômetros de Aracaju e que guardam joias arquitetônicas coloniais, além de festivais folclóricos.

Também nos arredores da capital fica um dos cenários mais bonitos do Estado – o cânion de Xingó, desbravado a bordo de escunas e catamarãs que cortam as águas verdes do rio São Francisco.

A 15 km da Orla de Atalaia, existe um pequeno santuário ecológico: a Crôa do Goré. Um lugar tranquilo de beleza exuberante. A Crôa é um banco de areia fofa de cor amarelada, que fica exposta quando a maré está baixa, propiciando um clima agradável e acolhedor. Quando a maré sobe, forma-se uma piscina de águas mornas, garantindo um banho delicioso e relaxante.

Um ótimo passeio também é o Catamarã do Forró. A bordo do Catamarã Parnamirim, o turista percorre o Rio Sergipe, contemplando a beleza de suas águas, observando a linda Aracaju com parada para banho. Mas no período Junino o catamarã se transforma no Barco do Forró, para viver e proporcionar aos seus convidados um clima perfeito do melhor São João do Nordeste com trio pé de serra e muito mais.

Em termos culturais, a capital sergipana conta com uma atração muito legal….e gratuita. O Museu da Gente Sergipana fica localizado num imponente prédio no centro da cidade. A visita ao espaço é repleta de interatividade, para fazer o visitante ter uma imersão completa da cultura sergipana. Além disso, guias extremamente simpáticos acompanham todo o passeio, dando explicações e chamando a atenção para os detalhes mais legais das instalações.

Andar pela orla de Atalaia é uma delícia: com calçadas largas, planas e bem cuidadas, é possível conhecer parte das atrações apenas caminhando. Mas desde março de 2014, turistas e moradores contam com outra forma de se deslocar pela área: usando o aluguel compartilhado de bicicletas Caju Bike. Vinte estações distribuídas entre a orla e o centro da cidade oferecem o serviço.

Caso a vontade de mergulhar em um mar azul ainda persista, tome o rumo do sul até Mangue Seco – o vilarejo baiano está a cerca de cem quilômetros de Aracaju.

Quer conhecer as atrações e as belezas de Aracaju e região?

Entre em contato com a Garapuvu Turismo que criamos um roteiro personalizado para sua viagem. Cuidamos de tudo para você se preocupar somente em aproveitar essas belezas.  

Galeria