Chile

Chile2018-12-16T15:54:36-03:00

Project Description

Viajar para o Chile é sem dúvida uma experiência apaixonante!

Destino para ser apreciado aos poucos e em mais de uma viagem. Com sua geografia de extremos, localizado entre o Pacífico e a Cordilheiras dos Andes, garante aos turistas uma viagem cenográfica. Ao norte, as terras áridas do Atacama, contrastam com o sul gelado da Região dos Lagos, a lindíssima Patagônia Chilena e o incrível Parque Nacional Torres del Paine. A capital Santiago consegue encantar com um visual único, onde a influência europeia mescla as raízes latinas.

Santiago fica localizada no Valle Central, ao lado da cordilheira dos Andes. A gigantesca cadeia de montanhas, avermelhada no verão e coberta de neve no inverno, pode ser vista de quase todas as regiões da cidade. A cidade é limpa, arborizada e plana, ideal para ser explorada a pé, principalmente no seu centro histórico, com ruas exclusivas para pedestres. Apesar de ser uma cidade de grande porte e movimentada em algumas áreas, Santiago ainda reserva em alguns de seus bairros a boemia e a tranquilidade de outros tempos. Uma viagem à cidade é interessante para conhecer patrimônios históricos, visitar museus e parques com uma bela visão panorâmica, passear por vinícolas, experimentar bons vinhos e desfrutar da boa gastronomia.

Próximo a capital encontramos a balneária e colorida Valparaíso, onde o poeta Pablo Neruda escolheu para passar seus dias de melancolia. As charmosas casinhas coloridas dão um toque especial. Seguindo à costa rumo ao norte está Viña del Mar, o balneário mais concorrido do Chile. Conhecida como a “Cidade Jardim”, por conta dos parques bem cuidados e o famoso relógio de flores. As regiões agrícolas bem destacadas revelam paisagens românticas e apaixonantes, como é o caso das vinícolas. Por aqui, lugares como o Valle de Colchagua e o Valle de Casablanca oferecem bodegas com a degustação de bons vinhos, classificados entre os melhores do mundo!

Informações

  • Quando ir: A capital Santiago pode ser visitada durante todo o ano, em cada época apresenta características e atrações diferentes. Para uma experiência de neve, escolha os meses de junho a agosto. Para a região litorânea, escolha os meses de verão entre dezembro a março. Para vinícolas o ano todo, mas para encontrar as parreiras verdinhas, vale se programar para ir no verão e começo do outono. Se a ideia for conhecer o Atacama, as temperaturas mais agradáveis são durante a primavera (de setembro a novembro) ou o outono (de março a maio). Agora, se a aventura for na Patagônia Chilena, o ideal é escolher a primavera e o verão (de outubro a março), quando o frio é menos intenso e os dias são mais longos.

  • Quanto tempo ficar: De 4-10 dias para Santiago e região. 10-20 dias incluindo Patagônia e 20-25 se for explorar ainda o Atacama.

  • Indicado para: Uma viagem ao Chile é interessante para conhecer patrimônios históricos, visitar museus, parques, passear por vinícolas, experimentar bons vinhos e desfrutar da boa gastronomia. Além de uma experiência na neve, lagos com belas paisagens e conhecer o deserto mais seco do mundo.

  • Experiências: Aventura, neve, praia, enoturismo, viagem com crianças, natureza e cultura.

Algumas cidades brasileiras possuem voos diretos para a capital Santiago. A maior oferta é pelo aeroporto de Guarulhos, com ligações diárias entre o Brasil e o Chile num voo de aproximadamente 4 horas. À partir de Santiago é possível explorar de carro o país tanto rumo ao sul como para o norte. Para uma viagem menos cansativa, voos ligam a capital chilena até Punta Arenas na Patagônia, porta de entrada para visitar Torrel Del Plaine. Se seu destino for Atacama, o aeroporto de Calama é o mais próximo de San Pedro de Atacama, cidade base para explorar o deserto.

O Chile é rico em atrações turísticas, sejam elas naturais como: a Cordilheira, o deserto, as praias, os lagos, a natureza e a vida selvagem. Mas também é um destino preparado com infraestrutura para bem atender o turista, como as belíssimas vinícolas, as estações de esqui, os hotéis de categoria superior espalhados pelo país, os modernos museus da capital e uma facilidade para se deslocar. Tudo isso agregado ao bom atendimento e a gentileza do povo chileno. Isso tudo faz deste destino uma agradável surpresa para qualquer tipo de viajante.

Para degustação de vinhos, nossa sugestão é a vinícola Emiliana. A vinícola vem sendo reconhecida internacionalmente por seu respeitado processo de produção de vinhos orgânicos e biodinâmicos. A marca Emiliana acredita que através de uma agricultura sustentável é possível obter vinhedos mais equilibrados, saudáveis e uvas com melhor qualidade e portanto, vinhos com sabor único. No verão e primavera, é possível fazer um piquenique com vinhos e queijos e apreciar a beleza da propriedade da vinícola.

Numa parada entre Santiago e a Patagônia, aproveite para conhecer Chillán, um lugar agradável que conta com as famosas termas naturais e pela excelência do serviço oferecido pelo Gran Hotel. O destino é bastante procurado para esquiadores que durante a temporada aproveitam os 30 quilômetros de pistas do complexo Nevados de Chillán. 

Conhecer e fazer uma caminhada no Parque Nacional Torres del Paine. O parque fica na Região de Magalhães, no sul da Patagônia do Chile. Foi declarado como Reserva da Biosfera pela UNESCO em 1978, e é considerado um dos parques mais impressionantes da América do Sul. Lá, os lagos, cascatas, rios, glaciares e vegetação, estão em perfeita harmonia. É de uma magnitude incrível e por isso é um dos locais preferidos para os amantes do trekking.

Galeria