Uruguai

Uruguai2018-11-30T21:46:07-03:00

Project Description

Qualidade de vida, tradições, grandes façanhas no futebol, historia, chimarrão…Bienvenidos a Uruguay !

O Uruguai foi fundado em 1680 pelos portugueses, mas foi em 1777, após um tratado, que se tornou possessão espanhola. Nosso charmoso vizinho faz fronteira com o Rio Grande do Sul e, em alguns pontos, com a Argentina. É um país pequeno e acolhedor, reduto turístico favorito de muitos argentinos e cada vez mais de milhares de brasileiros. O Uruguai apresenta uma gastronomia riquíssima, mesclada por influências europeias e indígenas. É um país com riquíssimas belezas naturais, praias e uma cultura ampla para turistas.

Oficialmente o Oceano Atlântico só começa em Punta del Este, mas o rio da Prata está tão presente em Montevidéu que todos se referem a ele como ‘mar’. O Prata contorna a península onde está o centro histórico e então desenha uma orla de balneário para os bairros residenciais. A arquitetura conta a história da expansão de Montevidéu, dos prédios clássicos da Ciudad Vieja à elegância anos 60 dos bairros da orla. Em Punta Carretas e Pocitos estão shoppings e restaurantes, em Buceo a marina, os novos escritórios e os bares mais animados, em Carrasco, mais afastado, o grandioso cassino, restaurado.

O básico de Montevidéu cabe num fim de semana, à partir do terceiro dia já dá para dar um pulinho a Punta del Este, a Colonia del Sacramento ou visitar uma das bodegas (vinícolas) dos arredores.

Informações

  • Quando ir: Primavera e outono têm temperaturas agradáveis, tendendo para o frio em Montevidéu. O verão é quente e úmido. O inverno é gelado.

  • Quanto tempo ficar: 6 dias da para conhecer Montevidéu e região.

  • Indicado para: Viajantes que procuram cultura, cidades históricas, praias, vinhos, carnes, doce de leite….

  • Experiências: Culturais, gastronômicas, enoturismo e história.

Voos diretos partem de várias cidades brasileiras em direção a capital Montevidéu. Para quem curte uma road-trip, é possível ir de carro e explorar o país, mas convém separar uns bons 10 dias.

Em Montevidéu, a Ciudad Vieja concentra as principais atrações turísticas. Visite a Plaza Independência, onde está o edifício mais fotografado da cidade, o Palácio Salvo, ali perto fica outro ícone, o Teatro Solís, que oferece visita guiada. Saindo pela viela Bacacay, você chega à Calle Sarandí, o calçadão principal do centro velho. Ali fica o museu Torres García, dedicado ao mais importante artista uruguaio. Na Calle Rincón encontra-se uma curiosidade: o Museo Andes 1972, devotado à história do voo que caiu na cordilheira. A praça mais bonita da cidade velha é a Plaza Zabala, próximo do Mercado del Puerto, a atração número 1 de Montevidéu. As ruas arborizadas e o calçadão à beira-rio de Punta Carretas, Pocitos e Buceo são ótimos para caminhadas.

Colonia del Sacramento: Uma cidadezinha colonial à beira d’água, fundada por portugueses, patrimônio da Unesco, povoada por pousadas, restaurantes e galerias. O centrinho histórico tem um passeio à beira-rio, voltado para o poente, o Paseo San Gabriel. A maioria das edificações é colonial espanhola ou neoclássica, com uma ou outra casa mais moderna no meio da Plaza Mayor. O centro comercial de Colonia também tem seu charme. Colonia é ideal para caminhar, fotografar, tomar um café ou uma taça de vinho ao sol. Comprando apenas um ingresso pode-se visitar todos os museus da cidade. Vale a pena passar 1 noite em Colonia, a iluminação noturna muda a paisagem e proporciona aquele momento “sou dono do lugar”, além de proporcionar uma viagem ao estilo slow travel.

Próximo a Colonia del Sacramento está Carmelo, uma tipica cidade do interior, com aquela paz e aconchego que só cidades pequenas e bem cuidadas oferecem. Além de possuir várias vinícolas, tem uma Rota do Vinho, paisagens bucólicas e alguns dos melhores doces de leite do país. Mas existe outro grande motivo para ficar por lá, o Carmelo Resort & Spa at Hyatt Hotel.

Punta del Este é o mais badalado dos balneários do Uruguai. No verão, é invadido por argentinos e também por brasileiros. Punta é bastante movimentada entre o Natal e o Carnaval (com um repique na Páscoa), mas no resto do ano é supertranquila, procurada por quem quer descansar (ou jogar nos cassinos). O nome significa “Ponta do Leste” e descreve a situação exata do lugar: na extremidade oriental do Uruguai. A pontinha da península marca a divisão entre o oceano Atlântico (o mar aberto) e o rio da Prata (a baía). A água é fria e turva (o lado mais azulzinho é o da praia Mansa, na baía do Rio da Prata). Os pontos mais positivos são a limpeza, a organização e o verão relativamente seco, com sol até tarde.  No verão a cidade vive seu auge, com restaurantes funcionando e as praias cheias. Fora da temporada, o pernoite é indicado para quem acha cansativo ir e voltar de Montevidéu no mesmo dia, ou ainda quer aproveitar a noite no cassino.

No Mercado em Montevidéu, vale a pena esperar por um lugar no balcão da churrascaria El Palenque para ver sua carne preparada ao vivo, na sua frente, pelo assador, na parrilla. 

Faça uma caminhada com guia local pelo centro histórico de Montevidéu para conhecer um pouco mais da historia e a cultura da colonização desta importante cidade portuária.

Separe um tempo para conhecer os vinhos uruguaios direto na vinícola! A mais próxima de Montevidéu é a Bodega Bouza, que além da degustação tem um acervo de carros antigos para visitar. No município vizinho de Canelones as mais interessantes são a Juanicó e a H. Stagnari. Em todas as vinícolas é necessário fazer a reserva da visita. É também possível almoçar, também mediante reserva.

Em Colonia del Sacramento, visite a casa de chá Lentas Maravillas, que funciona na casa dos donos, argentinos de origem inglesa. Num dia de sol dá para ficar no gramado à beira-rio, fazer o brunch na sala apreciando não só a vista como a coleção de livros de arte e fotografia. O centro histórico está repleto de restaurantes. Os mais interessantes são o Mesón de la Plaza e o La Florida. O El Drugstore é normalmente o mais animado. Já o Gibellini funciona num salão revestido de azulejos brancos, praticamente um botequim.

Hospede-se no Carmelo Resort & Spa at Hyatt Hotel, no estilo luxo-rustico, localizado às margens do Rio de la Plata e rodeado de bosques de Pinheiros e Eucaliptos. O hotel é um convite ao descanso, ao bem estar e a uma experiência inigualável em serviços de hospedagem.

Galeria